Decor sem genêro

Assim como na moda, a decor também segue tendências. Atualmente, vem crescendo a influência de uma linha “genderless”, ou seja, sem gêneros. 

O conceito vai além da decoração para quartos compartilhados por crianças de sexos diferentes, sendo cada vez mais aplicado mesmo para quartos que acolherão só meninas ou só meninos. 

Do ponto de vista prático, é também uma excelente forma de investir numa decoração que poderá atender crianças que ainda virão, independentemente do gênero. 

Nos quartos com estilo “genderless” todos podem se identificar e a variedade de cores é bem-vinda, tornando o ambiente mais agradável e estimulante. 

De acordo com o conceito, um mesmo ambiente e objetos de decoração podem servir de forma equivalente para meninos e para meninas, sem buscar fortalecer ou mascarar alguma caracterização em particular. O foco é acolher, confortar e estimular o desenvolvimento e a criatividade.

 

Algumas dicas para criar um decor “genderless”:

– a base dos móveis maiores pode ser neutra: madeira com branco/cinza com madeira. Cores nos itens menores.

– use elementos que estimulem a criatividade da criança: por exemplo, um varal com fantasias diversas ao alcance. 

– móveis com pegada lúdica são bem vindos: estantes em formato de árvore ou animais, decoração com mini utensílios e objetos do cotidiano, entre outros. Vale também, conforme o espaço, equipamentos interativos, como escalada e escorregador.

– papéis de parede com estampas neutras ou padrões geométricos para agradar a todos. 

 

Lembrando que o importante é considerar a personalidade e gostos das crianças que vão morar ali! 

Afinal, o sucesso se define quando percebemos que a família e as crianças estão felizes com o seu ambiente.

Quais cores ideais para decorar o quarto infantil?

 As cores  tem forte impacto em nosso dia a dia e mexem muito com nosso emocional. Como regra geral, costumamos usar uma base mais neutra com tons de branco ou cinza claro ou madeira. E deixamos as cores para uso pontual. Pode ser nas frentes das gavetinhas, na parede ou até mesmo em um enxoval bem alegre. 

Sempre lembrando que quarto de criança tem brinquedos que ficam à mostra e trazem mais cor e informação visual. Algumas dicas na hora de escolher os tons:

1-Se o seu filho é introspectivo e calmo é interessante apostar em cores mais fortes e vivas em seu quarto, trazendo mais estímulos  e sensação de energia. 

2- Já se seu filho tende a se distrair facilmente ou é muito agitado, use e abuse de tons pastel e com efeito calmante como o azul ou verde claros. 

3- Costumamos eleger no máximo 4 cores que combinem entre si. Mais que isso, é provável que o ambiente fique visualmente cansativo e a própria criança não vai querer passar muito tempo lá. 

4-  Para quartos de bebês prefira cores suaves e tons pastel. Cores fortes podem super estimular e deixar a criança excitada. O quarto deve oferecer uma sensação de tranquilidade e paz. 

Tenha em mente que não existe uma cor ideal para decorar um quarto de criança. Existe sim a melhor combinação de cores e aquelas que te agradam mais.