O que é decoração minimalista e como utilizá-la no seu apto

 

Imagem: Pixabay

Dê uma olhada em sua casa. Observe cuidadosamente todos os móveis de cada cômodo. Vire sua cabeça para os retratos pendurados na parede e os objetos que estão em cima de suas mesas. Tudo precisa estar lá? Ou você pode acabar com isso? O minimalismo é apenas isso. E muitas casas estão adotando uma decoração minimalista como uma forma refrescante de viver, onde viver se torna limpo, organizado e sem confusão.

Não importa o tamanho da sua sala de estar, cômodos desordenados podem fazer qualquer área parecer muito menor e exigir muito mais atenção diária. À medida que mais pessoas empregam as técnicas de vida minimalista, decorar sua nova casa após optar por seu novo aluguel de apartamento com os mesmos princípios pode ser incrivelmente libertador e simplesmente lindo. Afinal, não há nada como um apartamento sempre novo.

A seguir, confira algumas dicas que separamos para você, a fim de organizar melhor seu apartamento para morar, ou mesmo se estiver considerando colocar seu apto à venda:

Mantenha tudo organizado de modo simples

Embora reduzir as coisas ao básico possa ser difícil, confira estas dicas rápidas para começar a criar um novo visual sofisticado e elegante para o seu apartamento.

Assobie enquanto organiza! 

Se suas bancadas e tampos de mesa estiverem cobertos com papéis, recipientes, caixas e muito mais, a desordem pode estar tomando conta do seu apartamento. O primeiro lugar absoluto para começar quando se procura viver um pouco mais minimamente, é diminuir a quantidade de “coisas” ao seu redor. Podem ser objetos aleatórios que sempre parecem encontrar uma saída de seus locais designados ou simplesmente uma abundância de coleções que você acumulou ao longo dos anos. Esteja preparado para perguntar a si mesmo o que você precisa e o que deseja, o que pode ser armazenado suficientemente longe da vista e o que precisa ser removido. Depois de concluído, organize o que resta de acordo. (Dica profissional: este não é um processo completo. Volte-se para cada espaço do seu apartamento em poucos meses com um novo olhar.)

Aposte em algum espelho na parede

Além do uso funcional de uma superfície reflexiva, grandes espelhos não apenas enfatizam a altura e a largura de uma sala menor, mas também trazem mais luz, iluminando o espaço. Dependendo do enquadramento, você pode usar a peça para criar um ponto focal artístico para a sala.

E se suas paredes pudessem falar?

Se espelhos grandes não são sua praia, talvez pense em arte de parede maior do que a vida. Quando se trata de decoração minimalista, a arte extragrande traz cor ao seu espaço, enquanto mantém a quantidade de arte em suas paredes ao mínimo. Por meio da arte, suas paredes podem falar, revelando um pouco sobre você, seus gostos, viagens e estilo de vida!

Mantenha outras decorações e arte simples

Isso pode ser desnecessário dizer, mas para desmontar suficientemente o seu apartamento, as peças que sobraram nele devem ser itens simples, fáceis de limpar e com linhas definidas que se misturem (mas não desapareçam) no quarto. Ajuste tudo em cores e formas, certificando-se de que haja espaço entre as fotos e nas estantes e bancadas de livros.

Tons neutros são seus amigos

Cores de parede ousadas e / ou intensas, embora atraentes, tendem a fechar os espaços. Tons suaves, de bege a cru, criam uma base limpa e nítida para sua área minimalista. Subjugado, entretanto, não significa enfadonho. Os tons amarelos podem dar à tinta branca uma aparência mais quente em salas iluminadas principalmente por luz fluorescente, enquanto os tons de azul criam uma aparência mais nítida em quartos com luz mais quente e natural. Pops de marrons, azuis, bronzeados e verdes podem adicionar cor sem competir com o visual neutro do apartamento.

Qualidade acima de quantidade

O estágio de continuação e manutenção da fase de organização é o constante auto-lembrete de escolher itens de qualidade para o seu apartamento em vez de uma grande quantidade de coisas que você não precisa necessariamente. Escolha as peças com cuidado e atenção antes de colocá-las em sua casa, o que permite que você invista nos itens que serão mais significativos e duradouros para você. Os itens que podem suportar o uso diário e são feitos para durar devem estar sempre no topo da sua lista.

Empregar a filosofia one-in, one-out também pode ajudar nessa prática. A mentalidade deve ser a de que, para cada item que você leva para o apartamento, um item que já está lá precisa ser eliminado.

Invista em espaços vazios e pontos focais

O espaço vazio é considerado um elemento importante na decoração minimalista, uma vez que o espaço interage com os objetos e define o visual. Observe como a sala de estar tem muito espaço vazio e nenhuma distração indesejada. Ao mesmo tempo, algumas das decorações essenciais da família encontram espaço nas paredes.

Mantenha o mínimo nas superfícies 

Ter uma casa minimalista significa que você precisa dizer adeus à desordem. E para fazer isso, você terá que editar o que exibe nas prateleiras e mesas. Atenha-se apenas ao essencial e guarde o resto em armários. Esta cozinha mostra como apenas alguns elementos bem escolhidos chegaram às bancadas. Além disso, a escolha de uma cozinha branca com um toque de vinho tinto dá a impressão de muito mais espaço ao mesmo tempo em que permanece elegante.

Use decorações de destaque

Projetar uma casa minimalista não significa que você precise evitar decorações e cores brilhantes. A regra é simplesmente usar elementos decorativos como acentos e não sobrecarregar sua casa com muitas coisas. Da mesma forma, para a arte, escolha uma peça focal em vez de um grupo de peças pequenas. Nesta sala de estar, os retratos contra uma parede nua tornam-se um ponto focal e não uma distração desordenada.

O que demos acima são as regras básicas da decoração minimalista. No entanto, uma vez que você tenha isso no lugar, você pode experimentar um pouco com diferentes estilos de minimalismo, como minimalismo moderno, confortável ou industrial. Gostou desta discas? Compartilhe este post em suas redes sociais! 

3 dicas técnicas sobre painel de escalada

Os painéis de escalada são muito pedidos nos projetos dos quartos infantis e juvenis.
Nos perguntam bastante sobre a parte técnica das agarras de escalada. Os painéis são montados na nossa fabrica com as agarras que são compradas de fornecedores terceirizados. Seguimos todas as regras de segurança para que fiquem tranquilos, afinal, escalar já é bem radical!

Seguem 3 dicas básicas caso queira reproduzir na sua casa:
1- sempre instale as agarras em chapa de madeira maciça ou compensado. Não é indicado instalar direto na alvenaria pois não sabemos como é essa parede e se de fato, aguenta o peso necessário;
2- sempre aperte as porcas das agarras por trás do painel. Caso contrário, as agarras não ficam firmes e quando a criança pisar podem girar em falso;
3- antes de instalar, simule a distância entre as agarras, locando-as de forma aleatória e não alinhadas permitindo assim que a criança tenha fácil acesso a todas.

Gostaram das dicas?

5 dicas funcionais para mamães de primeira viagem na hora de montar um quarto

Na hora de planejar o primeiro quarto para seu bebê, tem algumas dicas funcionais que podem te auxiliar.
Lembre-se que esse primeiro quarto não é a longo prazo, sendo usado por volta de 2 anos e é um quarto que deve acolher tanto a mãe como o bebê.
Essa fase inicial passa muito rápido e em breve as necessidades mudam. O quarto precisará ter os brinquedos ao alcance, espaço livre para bebê engatinhar, mesinha para as atividades, entre outros.

1- Disponha os moveis principais (berço ou cama montessoriana, comôda/trocador e poltrona) imaginando um triângulo.
É muito importante você ter fácil e rápido acesso a esses moveis para quando estiver sozinha com o bebê;

2- Se optar por esses moveis soltos, não há necessidade de investir moveis caros ou já planeje um quarto que vai acompanhar as diversas fase do crescimento. Pode ser um cama tamanho solteiro com fechamentos laterais mais altos, como um berço. Nesse caso, o indicado é manter o bebê em um “co-sleeper”ou mini-berço e usar a cama com esse fechamento quando estiver já na fase de sentar/engatinhar.

3- Você vai passar grande parte do dia nesse local, por isso a decor deve te agradar. Em breve seu bebê vai crescer e terá suas preferências para um próximo quarto;

4- Itens complementares indispensáveis: boa lixeira para fralda, mesinha lateral do lado da poltrona para apoio de uma garrafa de água, celular, livros e uma luminária (pode ser abajur) mais focada para as trocas de madrugada e mamadas.

5- Invista em roupa de cama e almofada de amamentar que sejam 100% algodão. Pele do bebê é muito sensível e é indicado tecidos com toque naturais. Lençol para berço com elástico também uma dica boa, pois o bebê pode se mexer à vontade sem perigo de se sufocar.

Gostou das dicas?
O que mais acrescentaria em nossa lista?

 

 

Tudo sobre a Escada Modulada!

 

Você conhece todas? Esse tipo de escada é a mais pedida por aqui, venha saber porque!

Por ser mais estruturada, permite que a criança tenha mais autonomia ao subir e descer sozinha. Geralmente nos projetos a escada fica entre o mezanino e a parede do quarto, então a criança consegue se apoiar com segurança para subir, e no caso de não ter esse apoio da parede nós temos algumas opções de corrimão também, e por isso podemos dizer que essa escada é mais segura também.

Essa fez parte de um quartinho muito legal para trigêmeos 😍 e é um exemplo de escada que não encosta na parede, então colocamos um corrimão com cordas náuticas na mesma cor do mezanino.

Além dessas vantagens, a escada modulada tem os gavetões e/ou nichos. Trabalhamos com alguns modelos de acordo com a altura do mezanino, e todos tem gavetas que ajudam muito na organização, seja de brinquedos, sapatos e até roupinhas. Para as crianças é legal, pois tudo fica na altura delas, assim podem contribuir com as arrumações e até guardar coisas preferidas. Para os pais é legal, pois é muitooo mais espaço para guardar! Hahahah

Uma pergunta frequente é, qual a dimensão das gavetas? E no caso das escadas da Linha Toca, depende sempre do projeto, afinal nesta linha nós adaptamos o tamanho ao espaço disponível no quarto. Porém dentro disso sempre seguimos algumas regrinhas: o tamanho mínimo que adotamos para esse tipo de escada é 35cm de largura e a altura máxima de cada degrau é 29 cm, esse espaço é bacana para uma criança pequena se deslocar sozinha. E a profundidade aproximada da maior gaveta (geralmente a do primeiro degrau de baixo) é 55cm, esse é o comprimento máximo da corrediça invisível que usamos.

E como tudo não é só função, a parte estética não fica para trás. As frentes das gavetinhas podem ser coloridas, trazendo mais vida para a decoração. A estrutura da escada da Linha Toca é sempre em pinus, e com nosso acabamento em verniz acetinado a manutenção e limpeza fica mais fácil.

Se tiver mais alguma dúvida sobre as escadas moduladas é só falar conosco!

 

Até a próxima! 🥰

 

 

 

 

 

 

Mapas na Decor

Um tema que adoramos sugerir para decoração dos quartinhos, são os mapas!
É um “tema coringa”, perfeito para quartos compartilhados por irmãos de diferentes gêneros e para qualquer
idade. Agrada à todos, inclusive adultos e é sempre atual!

Com diversas estampas e cores, pode ser mais infantil com desenhos e ilustrações ou pode ser mais educativo, como os modelos com nomes dos continentes e oceanos.
Os usos são diversos: papel de parede, adesivo recortado, imantado, posters e até na roupa de cama.
Super lúdico e divertido, também serve para criar memórias afetivas e sonhos, imaginando qual será o próximo local a ser conhecido por toda a família.

Seguem alguns exemplos de projetos bem diferentes!
Nesses quartos, usamos os mapas da:
@ninamoraesdesign
@mapateca

Decor sem genêro

Assim como na moda, a decor também segue tendências. Atualmente, vem crescendo a influência de uma linha “genderless”, ou seja, sem gêneros. 

O conceito vai além da decoração para quartos compartilhados por crianças de sexos diferentes, sendo cada vez mais aplicado mesmo para quartos que acolherão só meninas ou só meninos. 

Do ponto de vista prático, é também uma excelente forma de investir numa decoração que poderá atender crianças que ainda virão, independentemente do gênero. 

Nos quartos com estilo “genderless” todos podem se identificar e a variedade de cores é bem-vinda, tornando o ambiente mais agradável e estimulante. 

De acordo com o conceito, um mesmo ambiente e objetos de decoração podem servir de forma equivalente para meninos e para meninas, sem buscar fortalecer ou mascarar alguma caracterização em particular. O foco é acolher, confortar e estimular o desenvolvimento e a criatividade.

 

Algumas dicas para criar um decor “genderless”:

– a base dos móveis maiores pode ser neutra: madeira com branco/cinza com madeira. Cores nos itens menores.

– use elementos que estimulem a criatividade da criança: por exemplo, um varal com fantasias diversas ao alcance. 

– móveis com pegada lúdica são bem vindos: estantes em formato de árvore ou animais, decoração com mini utensílios e objetos do cotidiano, entre outros. Vale também, conforme o espaço, equipamentos interativos, como escalada e escorregador.

– papéis de parede com estampas neutras ou padrões geométricos para agradar a todos. 

 

Lembrando que o importante é considerar a personalidade e gostos das crianças que vão morar ali! 

Afinal, o sucesso se define quando percebemos que a família e as crianças estão felizes com o seu ambiente.

 

Quais cores ideais para decorar o quarto infantil?

 As cores  tem forte impacto em nosso dia a dia e mexem muito com nosso emocional. Como regra geral, costumamos usar uma base mais neutra com tons de branco ou cinza claro ou madeira. E deixamos as cores para uso pontual. Pode ser nas frentes das gavetinhas, na parede ou até mesmo em um enxoval bem alegre. 

Sempre lembrando que quarto de criança tem brinquedos que ficam à mostra e trazem mais cor e informação visual. Algumas dicas na hora de escolher os tons:

1-Se o seu filho é introspectivo e calmo é interessante apostar em cores mais fortes e vivas em seu quarto, trazendo mais estímulos  e sensação de energia. 

2- Já se seu filho tende a se distrair facilmente ou é muito agitado, use e abuse de tons pastel e com efeito calmante como o azul ou verde claros. 

3- Costumamos eleger no máximo 4 cores que combinem entre si. Mais que isso, é provável que o ambiente fique visualmente cansativo e a própria criança não vai querer passar muito tempo lá. 

4-  Para quartos de bebês prefira cores suaves e tons pastel. Cores fortes podem super estimular e deixar a criança excitada. O quarto deve oferecer uma sensação de tranquilidade e paz. 

Tenha em mente que não existe uma cor ideal para decorar um quarto de criança. Existe sim a melhor combinação de cores e aquelas que te agradam mais.

BELA

PEQUENOS LEITORES

CASA DAS FADAS